Postagens populares

CELEBRANDO A VIDA

CELEBRANDO A VIDA
04/05/2011

domingo, 18 de janeiro de 2015

O PROFESSOR REFLEXIVO E SUA MEDIAÇÃO NA PRÁTICA PEDAGÓGICA: FORMANDO SUJEITOS CRÍTICOS

O primeiro objetivo da educação é criar pessoas capazes de fazer coisas novas e não simplesmente repetir o que outras gerações fizeram - pessoas criativas, inventivas e descobridoras.
O segundo objetivo da educação é formar mentes que possam ser críticas, possam verificar e não aceitar tudo o que lhes é oferecido. O maior perigo, hoje, é dos "slogans", opiniões coletivas, tendências de pensamento "ready-made". Temos que estar aptos a resistir, [...] a criticar, a distinguir o que está demonstrado e o que não está.
Portanto, precisamos de discípulos ativos, que aprendam cedo a encontrar as coisas por si mesmos, em parte por sua atividade espontânea e, em parte, pelo material que preparamos para eles.

As turmas 201 e 202 de 2014 foram em busca de suas respostas.Trabalhando o Csi, desvendando uma cena de crime, usando técnicas Florence!!!











Parabéns aos grandes investigadores !!!

quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

Jogos Internos ano letivo 2014


Com o objetivo de promover o desporto escolar, como também estabelecer uma maior integração entre participantes, cursos e comunidade, a EEEFM Profª Oneide de S. Tavares realizou nos dias 11 e 12 de janeiro seus jogos internos. As competições comtemplaram as seguintes modalidades: Xadrez, futebol, dama, voleibol e outros. Durante todo o evento era visível a alegria e descontração que envolveu alunos. As atividades foram coordenadas pelo professor de Educação Manoel e Socorro contou com a colaboração especial dos Professores Elmer e Álvaro além de toda comunidade escolar e com os alunos dos turnos manhã e tarde.

Parabéns aos Guerreiros e Guerreiras!!!!






Turma 611 conquista medalha de prata no futsal dos jogos internos da Escola Profª Oneide de Souza Tavares. O time terminou a competição invicto. Parabéns Renato, Thiago de Souza, Davidson,Thiago Messias e Carlos Victor.



                                                   
                                                     
                                                                   Campeão do futsal 2014.


É Campeão! A turma 611 foi campeã invicta da queimada dos jogos internos da Escola Prof[ Oneide de Souza Tavares. Parabéns as vencedoras da medalha de ouro: Bruna, Ana Carolina, Beatriz Silva, Beatriz Syanne, Letícia e Walana









segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Atenção senhores pais: "A rotina dos pais influencia na alimentação dos filhos "


Filho de peixe, peixinho é

Garanto que você já ouviu essa expressão, pois é muito comum a usarmos quando achamos os filhos parecidos fisicamente com os pais. Mas as pesquisas comprovam que não é só na aparência, mas também no paladar que essa influência acontece.

Com a vida corrida dos pais e a opção pelo fastfood, as refeições têm levado os pequenos a dividirem o mal da obesidade e doenças de adultos com os pais. Já estamos observando graves problemas de saúde pública em relação à obesidade infantil.

Eu desde já me preocupo com isso, apesar de ainda não ser mãe. Fiz várias mudanças, reeducando velhos hábitos e tenho muito a melhorar ainda. Faço isso por mim e pelo bebê que desejo ter logo em breve. Não é fácil, e é necessário tempo, paciência e organização alimentar. Por isso tudo o que escrevo aqui para você hoje também é e será um grande aprendizado para mim!
Algumas dicas uso aqui em casa com a minha família e dá certo:

• Mostre ao seu filhote que mudar de opção alimentar é legal: faça as mudanças aos poucos, inserindo frutas ao invés de uma sobremesa calórica, por exemplo. Comece trocando os alimentos que oferecerão menos resistência para as mudanças.

• Faça as refeições junto com o seu pequeno sempre que puder: perceber que a mudança na alimentação é familiar o ajudará a aceitar melhor as novas opções de alimentos em casa.

• Fuja dos alimentos industrializados:principalmente aqueles que parecem inofensivos para o lanche da escola. Evite bolachas, salgadinhos, chocolates e refrigerantes. Esses alimentos prejudicam a saúde e não alimentam nutricionalmente os pequenos.

• Programe um piquenique: faça passeios em parques, por exemplo. Garanto que será muito mais bacana ter um momento especial com o filhote longe da televisão que priva a comunicação familiar.

• Prepare os alimentos junto com o seu filho:faça de forma divertida e disponha-os da mesma forma no prato da criança, percebendo as preferências dos pequenos. Lembro-me de uma reportagem sobre a lancheira das crianças japonesas em que, além de serem super saudáveis, havia uma preocupação lúdica e de beleza na preparação da mesma. E se a mãe não preparasse tudo direitinho, de quebra levava bronca da professora. Bem que essa moda poderia pegar por aqui, né?

• Considere contar com a ajuda de um profissional: hoje em dia existem nutricionistas especialistas nessas questões, que ajudarão o seu pequeno a descobrir os alimentos e comer com prazer. Ensinando desde cedo a ter escolhas saudáveis, mesmo quando não está em casa.

Então é NATAL

video
Para todos os que fazem parte da família Oneide S. Tavares desejamos um natal de muita luz e saúde!!!

Confraternização do turno da noite















O grupo PARANANIN abrilhantou a festa!!!
Obrigada a todos que fizeram parte desse momento maravilhoso!!!

O Pinheirinho Mágico

Era uma vez....

um garotinho muito estudioso, obediente, gentil e educado, que vivia numa fazenda onde os seus pais eram empregados, ele se chamava Luís Jorge mas todos o chamavam Lulinha.

Os pais de Lulinha, o sr. Marcos e D. Rosa, moravam numa casinha nos fundos da casa grande da fazenda de Sr. Roberto e D. Maria, que tinham três filhos: Vânia, Robertinho, e Carlinhos.

As crianças, inocentes, brincavam juntas, banhavam-se no rio, corriam pelos campos, mas chegava o momento em que se separavam indo para as suas casas.

Lulinha , nestes momentos, ficava muito pensativo e se perguntava por que Vânia, Robertinho e Carlinhos moravam numa casa tão bonita, ganhavam tantos presentes no Natal e ele recebia apenas os brinquedos e as roupas já usadas?

O garoto perguntava aos pais e eles respondiam: 
- Porque sim meu filho! Vai brincar e esquece este assunto.

Mas Lulinha não parava de se perguntar....

Uma noite ele sonhou com uma Fadinha que lhe dizia:

_ Lulinha, amanhã cedo vá ao Bosque dos Pinheiros , lá você encontrará pinheiros de vários tipos mas há um que se destaca pelo brilho e beleza, é o Pinheirinho Encantado!

- Sim! Mas que faço com ele Fadinha? perguntou o garoto.

_Traga-o para sua casa, peça ajuda ao seu pai, porém não conte o nosso segredo para ele; espere que chegará o momento em que você precisará contar a todos. 
Assim que o Pinheirinho Encantado entrar na sua casa, ele mudará a vida de vocês completamente.

Ao acordar, após a higiene matinal e o café, o garoto pediu ao pai para irem ao Bosque dos Pinheiros pois ele desejava um pinheiro bem lindo para enfeitar a casa no Natal.

O pai do menino concordou em ir com ele e, lá chegando, Lulinha logo viu aquele que a Fadinha havia falado. Ele brilhava muito!!

- É aquele papai!! É aquele ali que eu quero!!

_ Está bem filhinho, nós o levaremos! Tem certeza?

_ Claro que tenho papai!! Não vê como ele brilha??

_ Não sei não! Falou o pai do garoto. Para mim todos brilham do mesmo jeitinho...

- Que nada papai!! Esse brilha bem mais!!

Lá se foram Lulinha e o seu pai carregando o Pinheirinho Mágico para a sua casa .

Ao colocarem o pinheirinho num dos cantos da sala a casa de Lulinha foi se transformando numa linda casa novinha, com quartos espaçosos,camas, colchões e armários novinhos, banheiros bem grandes com água quente e fria, uma bela cozinha com uma geladeira repleta de comida e guloseimas e muitas coisas com as quais o menino sempre sonhara....

Quando os patrões do pai de Lulinha viram quela transformação quiseram saber o que foi que acontecera?

Lulinha que não gostava de mentir, lembrou-se das palavras da Fadinha e viu que aquele era o momento para contar o que fora um segredo entre eles, então contou o sonho que tivera com ela.

Todos ficaram boquiabertos... 

A partir daquele dia Lulinha não parava de agradecer a Papai do Céu e à Fadinha que veio ao seu sonho para lhe dar aquele precioso presente!!

E que tal se você também ganhasse um Pinheirinho Mágico??

domingo, 14 de dezembro de 2014

Como resolver a indisciplina escolar?



Muito se fala sobre os problemas em sala de aula, e sempre que um grupo de professores se reúne, na sala dos professores ou em uma festinha, direta ou indiretamente estão falando sobre a indisciplina escolar.

Os alunos indisciplinados atrapalham o andamento da aula e os outros alunos, além de ser um claro sinal de desrespeito ao professor.

Mas sabemos que existem os alunos indisciplinados, então como se resolve e como trabalhar a indisciplina na educação infantil?

Claro que cada caso é um caso, mas vamos tentar falar de uma maneira geral.

Indisciplina Individual

Assim como a prática do bullying, no seu caso, a indisciplina vem de um grupo de alunos ou é um caso isolado?

No caso de um indivíduo causando toda a confusão, o melhor é a conversa, solicitando ou não a presença dos pais e responsáveis.

Neste momento, pode ser importante a presença de outros profissionais, como o pedagogo responsável pela escola e/ou um psicopedagogo, para garantir uma boa análise do comportamento da criança, além de auxiliar a identificar uma infinidade de distúrbios ou transtornos que podem estar relacionados com os atos de indisciplina escolar do aluno.

Dinâmicas de Grupo e Textos Reflexivos

Quando a indisciplina acontece de maneira generalizada, você pode utilizar outros recursos, como dinâmicas de grupo e a leitura de textos reflexivos.

As dinâmicas de grupo, você pode fazer uma ou várias (sugestões aqui), ajudam no problema da indisciplina, pois mostra para os alunos que é necessário a cooperação e união entre eles. Sabendo disso e tornando os alunos em um grupo de alunos, a chance de trabalharem juntos e cooperarem para que todos aprendam juntos é maior.

Os textos reflexivos podem ser utilizados para alunos já alfabetizados, e podem ser livros ou somente trechos retirados da internet. Você encontra vários deles em diversos sites, e citar um ou outro aqui acabaria sendo um erro, pois com certeza você deve pesquisar o texto que mais se encaixa ao seu caso específico.

O Aluno Atual

É importante saber que o aluno atual é mais propenso a indisciplina do que a 20 anos atrás. Por questões familiares, os alunos chegam indisciplinados de casa, e também devido ao fato de a escola não seguir, ou demorar muito para seguir as novidades e tecnologias que a criança e o aluno já estão utilizando.

Não estamos falando que temos que ter lousas digitais e iPads para todos os alunos, somente é necessário lembrar que muitas vezes, para ensinar sobre o planeta, você pode usar uma animação computacional; para falar sobre o corpo humano, mostrar os órgãos humanos em 3D usando um vídeo ao invés de uma xerox do tempo de quando você era aluno. Agora, além de ensinar sobre o uso do dinheiro, vamos ser obrigados a falar sobre o uso do cartão de crédito, isso quando eles mesmos não aprendem sozinhos, vendo seus pais utilizarem e jogando o novo Banco Imobiliário.
Livro recomendado

Apesar de diversos conteúdos sobre o tema disponíveis na internet, a indisciplina é um tema muito profundo e estudado em diversas partes do mundo. Sabendo disso e sabendo também que muitos professores adoram um bom livro, recomendamos a leitura do livro Como Enfrentar a Indisciplina na Escola, da autora Silvia Parrat-dayan, que escreve e estudo sobre o tema a anos, sendo uma leitura essencial para professores, educadores e todos os profissionais que trabalham com crianças.
Conclusão

Determinar qual é a causa da indisciplina e assumir um compromisso de trabalhar para reduzí-la é o seu primeiro passo. Quais abordagens e quais caminhos seguir são escolhas difíceis, mas felizmente temos mais histórias de sucesso do que de fracasso.

Lembre-se de pedir ajuda, já que uma visão de alguém que esteja menos envolvida pode colaborar no seu trabalho de acalmar sua sala de aula.

domingo, 7 de dezembro de 2014

Quando somos comprometidos com educação de qualidade



Professor Elmer traz à baila o assunto que aquece grandes debates na sociedade contemporânea: Maior idade Penal.Com um Júri simulado ele leva os alunos a pensar em assuntos como - Quando se fala em tomar medidas legais para combater a criminalidade, inevitavelmente vem à tona a discussão sobre a redução da maioridade penal - a idade em que, diante da lei, um jovem passa a responder inteiramente por seus atos, como os cidadãos adultos. Existem atualmente no Congresso Nacional 54 projetos de lei com esse objetivo. O assunto voltou com força ao noticiário depois do assassinato de um casal de namorados em São Paulo, em novembro passado. O principal suspeito de ter arquitetado e cometido o crime, com métodos cruéis, é um rapaz de 16 anos.





Muito bom trabalho !!!